• Cartas
    • 2016

      Depois de seis anos de performance decepcionante, em 2016, a bolsa brasileira conseguiu superar o seu principal hurdle – a taxa de juros básica
      do país. Para desespero dos tradicionais investidores bottom-up, essa performance positiva se deu em um ambiente onde, na média, os resultados
      das empresas brasileiras foram sofríveis e sem perspectiva de considerável melhora para o curto prazo, fruto da quase depressão que...
      [Leia +]

      2015

      Os senhores devem ter notado que faz algum tempo desde que lhes escrevemos nossa última carta, mais precisamente em abril de 2014.
      Gostaríamos de iniciar esta fundamentando os motivos para uma comunicação tão infrequente...
      [Leia +]

      2013

      Após um primeiro semestre bem ruim, os dois principais índices da bolsa brasileira tiveram uma performance positiva na segunda metade
      do ano passado. Entretanto, tal desempenho foi incapaz de deixá-los em território positivo para o ano de 2013...
      [Leia +]

      2013 - 1º semestre

      Em um semestre no qual os juros brasileiros reverteram sua trajetória de queda e iniciaram um ciclo de alta, o Real desvalorizou-se 8,7% e
      os dois principais índices de bolsa do Brasil
      sofreram perdas significativas, permitimo-nos afirmar que... [Leia +]

      2011

      O ano de 2011 marcou o aniversário de 3 anos dos fundos da Squadra, os quais iniciaram sua operação em 31/03/2008. [Leia +]

      2011 - 1º semestre

      Em 2011, até 30 de junho, o Squadra Long-Biased FIC FIA (“Squadra LB”) subiu 4,8%, enquanto o Squadra Long-Only FIC FIA
      (“Squadra LO”) caiu 0,2%.
      [Leia +]

      2010

      2010 foi um bom ano para os fundos da Squadra. O Squadra Long-Biased FIC FIA subiu 21,9% com um net exposure médio de 52,5%,
      enquanto o Squadra Long-Only FIC FIA avançou 30,7%.
      [Leia +]

      2009

      2009 marcou o primeiro ano “cheio” (doze meses completos) de operação para os fundos da Squadra, já que estes iniciaram suas
      atividades em 31 de março de 2008.
      [Leia +]